Publicado em
22 de outubro 2012
compartilhar
Chico César emociou o público presente em quase duas horas de apresentação
Chico César emociou o público presente em quase duas horas de apresentação

A programação cultural do Açougue Cultural em 2012 foi encerrada na quinta-feira, dia 18/10, com show histórico do cantor e compositor Chico César.   O cantor emocionou o público de cerca de  seis mil pessoas na entrequadra da 312/313 Norte com sucessos que marcaram sua carreira como as conhecidas Mama África e À Primeira Vista.

Chico contou com a participação do jovem músico paulista, filho da cantora Tetê Espíndola, e bastante conhecido pela sua geração: 
. “Gosto muito do projeto. Toquei aqui com a minha mãe e agora com o Chico. Isso aqui é uma festa de rua muito bacana. É um evento cultural que deu muito certo”, disse Dani.

A apresentação do Chico foi além do seu repertório. Por quase duas horas, o cantor paraibano em sua segunda apresentação no Açougue Cultural, a primeira foi em maio de 2004, demonstrou entusiasmo e muita alegria pela sua participação no evento, inclusive cantou  a famosa “Nossa Canção”, de Roberto Carlos, entre muitas outras da MPB.


Homenagens ao Rei do Baião

Os artistas da cidade também foram ovacionados pelo público presente. A noite teve início com homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga feita pela atriz e poetisa, Lília Diniz, que apresentou parte do show Sertanejares.

Já o músico Beirão revolucionou  com uma mistura de Trenzinho Caipira, de Heitor Vila lobos, Asa Branca e Baião, de Luiz Gonzaga, com arranjos no baixo acústico (Oldiney),  acompanhado pela banda Beirão e os Filhos de Dona Nereide.  O cantor é conhecido por combinar várias vertentes musicais para produzir novas sonoridades.

Beirão apresentou seu novo show Centenário de Luiz e levou o público ao universo  do autêntico forró pé de serra nordestino sem abandonar as influências do Rock brasileiro e da  música universal.

O cantor, compositor e intérprete pernambucano, radicado em Brasília, Gessé Lima,  apresentou várias músicas do seu repertório como Minha Realidade, Coisas de Brasília, de Marcos Vinícius, entre clássicas da MPB:  Sangrando (Gonzaguinha);  Onde Deus Possa me Ouvir (Vander Lee) e Retrato da Vida “Djavan”.  Para Gessé, sua participação no encerramento das atividades culturais deste ano foi um sucesso e com público muito participativo. “A interação foi excelente. O projeto é uma referência na cidade e gostaria de participar em outras oportunidades”, contou entusiasmado. 

A Quinta Cultural contou a apresentação do mímico e ator Miquéias Paz e teve ainda recital poético com participação de Vicente Sá, Adeilton Lima e da poetisa Noélia Ribeiro.  O evento  fechou mais um ano de atividades culturais gratuitas com participações de artistas renomados da nossa música, tais como: Zé Geraldo, João Donato, Beto Guedes, Ivan Lins, Wagner Tiso, Fátima Guedes, Lenine e vários músicos, poetas e escritores da Capital que se apresentaram ao longo de 2012 no espaço do Açougue T-Bone. Que venha 2013!

Lília Diniz e apresentação do Sertanejares
Lília Diniz e apresentação do Sertanejares
Poetas Noélia Ribeiro e Vicente Sá
Poetas Noélia Ribeiro e Vicente Sá
Executiva de Contas da Petrobras, Rose Melo, Chico César e o nosso idealizador Luiz Amorim antes da apresentação
Executiva de Contas da Petrobras, Rose Melo, Chico César e o nosso idealizador Luiz Amorim antes da apresentação
Apresentação do cantor e compositor Gessé Lima
Apresentação do cantor e compositor Gessé Lima
Cantor paulista Dani Black
Cantor paulista Dani Black
Intervenção poética de Adeilton Lima
Intervenção poética de Adeilton Lima
Show em homenagem ao Luiz Gonzaga - Banda Beirão e os Filhos de Dona Nereide
Show em homenagem ao Luiz Gonzaga - Banda Beirão e os Filhos de Dona Nereide