Dia do evento
30 de novembro 2017 às 20:11
compartilhar

A cantora Marina Lima traz para Brasília, no próximo dia 30, quinta-feira, a partir das 19 horas, na entre quadra 312/13 Norte, seu novo trabalho “Três”, desenvolvido junto com a banda Strobo. A abertura será feita pelo músico PC Campos.

A Noite cultural T-Bone, que completa 20 anos no próximo dia 30 e tem levado música e poesia de graça para a Asa Norte duas vezes ano, é um projeto desenvolvido pelo açougueiro e produtor cultural Luís Amorim. A iniciativa já trouxe para Brasília grandes nomes da música brasileira como Moraes Moreira, Milton Nascimento, Jorge Benjor, Erasmo Carlos, Geraldo Azevedo, sempre com grande público. O Maior deles foi no show de Zé Ramalho onde 30 mil fás se esbaldaram ao som do menestrel nordestino.

37ª Noite cultural

O show “Três” que fecha a 37ª Noite cultural passeia tanto pelo repertório dos discos da banda Strobo quanto pelos sucessos de Marina Lima como “Pra Começar”, “À Francesa”, “Fullgás”, “Virgem”, “Uma Noite e ½”, “Pessoa”, “Me Chama”, entre outro, agora revistos pelos três artistas. O show traz também parcerias inéditas do trio.

O encontro

Composta por Arthur Kunz e Léo Chermont, a banda paraense Strobo e Marina se aproximaram nos fins de 2015, quando ela lançava o álbum “No Osso”, gravado do seu show ao vivo. A música “Partiu” era o carro-chefe, e os rapazes da banda fizeram uma releitura eletrônica da faixa. Ela adorou e ali se iniciou a parceria deles. “Sou uma artista inquieta. São várias personas musicais. Por exemplo, o que os álbuns ‘Todas Ao Vivo’, ‘Marina Lima’ ou ‘Pierrot do Brasil’ podem ter em comum? Eu. Musicalmente eles diferem entre si. É nessa brecha que o Strobo entra. Venho de um disco de voz e violão, ‘No Osso’. E confesso estar louca de saudades das programações, levadas, timbres, dessa loucura que me faz querer dançar. O Strobo me desperta isso. Por isso esse encontro, nossa parceria e agora esse show”, diz Marina. “

Marina Lima

A cantora e compositora Marina Lima foi lançada em 1979 com o LP “Simples como Fogo” e desde então é trilha sonora de brasileiros de várias gerações. Com influências que passam pelo pop, rock, blues, bossa-nova e música eletrônica, Marina tem hits. Carioca, lançou seu CD “Clímax” em 2011, quando se mudou para São Paulo. Em 2012, publicou seu primeiro livro, “Maneira de Ser”. Seu trabalho recente, “No Osso”, foi gravado ao vivo no Sesc Belenzinho em São Paulo.

A Strobo

A banda Strobo é composta por Léo Chermont (guitarra e efeitos) e Arthur Kunz (bateria e programações) e utilizam recursos tecnológicos para misturar timbres sintéticos e acústicos e dar uma roupagem pop à música instrumental. Criada em 2011, a banda Strobo já tem três discos lançados: “Strobo”, de 2011, “Delírio Cromático”, de 2012, e “Mamãe quero ser pop”, de 2014, patrocinado pelo Natura Musical. A banda acaba de gravar o álbum “4”, que será lançado em breve. “A música do Strobo é uma celebração amazônica e universal”, dizem seus integrantes.

Abertura

A abertura da 37ª Noite cultural será feita pelo cantor PC Campos no poket show “OITI Poemas e Canções” e será acompanhado pelo guitarrista Haroldinho Mattos e Rafael Miranda, violonista e cantor. A apresentação tem ainda a participação dos poetas Tita de Lima e Silva e Renato Fino.

A ONG Projetos Culturais T-Bone, com vistas a atender às disposições do Decreto nº 37.843/2016, que regulamenta a Lei 13.019/2014 - Marco Regulatório do Terceiro Setor, no que tange ao seguinte Capítulo:


CAPÍTULO X 
TRANSPARÊNCIA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL
Art. 78. A administração pública deverá divulgar na internet:
I – a relação das parcerias celebradas, com indicação dos seus planos de trabalho; e
II – os meios de representação sobre a aplicação irregular dos recursos envolvidos nas parcerias.
Art. 79. A organização da sociedade civil deverá divulgar na internet, em locais visíveis de suas sedes sociais e nos estabelecimentos em que exerça suas ações, a relação das parcerias celebradas.
Art. 80. A divulgação da relação de parcerias deverá ser mantida pela administração pública e pela organização da sociedade civil até cento e oitenta dias após o término de vigência dos instrumentos, incluídas, no mínimo, as seguintes informações:
I – data de assinatura, identificação do instrumento e do órgão da administração pública responsável;
II – nome da organização da sociedade civil e seu número de inscrição no CNPJ;
III – descrição do objeto da parceria;
IV – valor total da parceria e valores liberados, quando for o caso;
V – situação da prestação de contas da parceria, que deverá informar a data prevista para a sua apresentação, a data em que foi apresentada, o prazo para a sua análise e o resultado conclusivo; e
VI – valor da remuneração da equipe de trabalho vinculada à execução do objeto e paga com recursos da parceria, com indicação das funções que seus integrantes desempenham e do valor previsto para o respectivo exercício.
Art. 81. A divulgação de campanhas publicitárias e de programações desenvolvidas por organizações da sociedade civil no âmbito da parceria observará as diretrizes e orientações constantes de documentos oficiais elaborados pelo Sistema de Comunicação de Governo do Distrito Federal. 
Parágrafo único. Os recursos tecnológicos utilizados e a linguagem deverão garantir acessibilidade às pessoas com deficiência.
Art. 82. A Administração Pública do Distrito Federal fornecerá informações para o Mapa das Organizações da Sociedade Civil, que visa consolidar e divulgar informações sobre as organizações da sociedade civil e as parcerias.

Vem, por meio deste endereço eletrônio oficial, divulgar os seguintes dados da parceria celebrada entre esta ONG e a Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal:

I – Termo de Fomento n.° 028/2017 - Secretaria de Cultura DF, assinado em 17 de outubro de 2017, com vigência até 31 de Janeiro de 2018;

II – ONG Projetos Culturais T-Bone, CNPJ n.° 06.087.102/0001-72;

III – Objeto: 37ª Noite Cultural T-Bone, evento tradicional da cidade que já completa 19 anos de existência, com a primeira edição realizada em 1998. Faz parte do Calendário Cultural oficial do Distrito Federal (Lei nº 3.193, de 25 de setembro de 2003) e tem apoio da Secretaria de Cultura do DF e da Administração Regional de Brasília. É um projeto cultural multilinguagem, que reúne música, poesia e artes cênicas em uma programação que contempla toda a família, realizado ao ar livre, em espaço público, com acesso totalmente gratuito, contribuindo assim para a democratização do acesso à arte e à cultura.

IV – Valor total da Parceria: R$ 149.875,00 (cento e quarenta e nove mil, oitocentos e setenta e cinco reais);

V – Prestação de Contas prevista para ser apresentada em: Janeiro de 2018; e

VI – Memória de Cálculo no link: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1wwbIN6LUk0qnoFUgqP4f3uNDEyDCkR9gl5cQI8RBuYM/edit?usp=sharing