compartilhar

 

Todos sabemos que o início de todo prato saboroso é no tempero. Mas a arte de juntar várias ervas e especiarias para dar um sabor único às carnes não é tarefa fácil. Por isso que hoje taremos uma série de dicas simples, mas que vão fazer toda a diferença para seu prato ter aquele toque especial e ficar mais apetitoso.

Não tempere na véspera

A carne bovina, se temperada com muito tempo de antecedência pode ressecar, e assim perder seu sabor original junto com a suculência e a maciez.

A temperatura da frigideira

Lembre de sempre usar frigideiras em alta temperatura, pois assim as fibras da carne se fecham rapidamente, impedindo que o sulco saia. Mantendo seus nutrientes e a suculência do corte escolhido. 

Menos é mais

Usar uma quantidade equilibrada de temperos é o ideal. Os mais recomendáveis são o sal, alho, cebola e pimenta do reino preta para carne vermelha e a branca para frangos e peixes. Adicionar mais especiarias ou tirar alguma dessas vai da criatividade de cada um, mas as combinações que podem dar certo são infinitas.

Água atrapalha

Todo o processo de fritar a carne deve ser feito da maneira mais seca possível, usando quantidades equilibradas de óleo e manteiga, jamais usando água. O excesso de líquidos pode atrapalhar na hora de se alcançar o ponto ideal sem perder os sabores. 

Selar pode ser uma boa opção

Por último, a técnica da selagem da carne é uma ótima dica para manter os sabores dos temperos assim como a suculência do corte. É porque nesse caso os lados da peça, em contato com a alta temperatura, são fritos primeiro, deixando o seu interior cozinhar mais lentamente.